domingo, 17 de julho de 2016

A alma farta pisa o favo de mel, mas para a alma faminta todo amargo é doce. Provérbios 27.7



Hoje, como um lampejo, este versículo se fez vivo para mim;
A alma farta pisa o favo de mel,
Ninguém deveria receber demais coisa alguma, ao ponto de não enxergar o valor delas,
Mas a alma faminta todo amargo é doce,
Ninguém deveria ser tão escasso, a ponto de não enxergar o valor de si mesmo.
Fiquei pensando...
Nunca se dê muito para ninguém (amor, presentes, elogios, atenção),
Nem para seus amigos, cônjuge ou filhos. Vou explicar.
Você dando tudo, não só mima demais o outro, como tira dele a oportunidade de se dar.
A oportunidade de sentir falta, sentir saudade, de valorizar o que recebe,
Tira-o a visão de comunidade, a lei mais velha do mundo...
Que para recebermos, temos que dar primeiro.
O outro também precisa contribuir, precisa se sentir parte, precisa ser participante,
Pra ser melhor pra si mesmo, para quem o cerca e para um mundo melhor.
Entendo que a vida sempre nos chama ao equilíbrio.
Dê amor, mas deixe outros darem também.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Eu preciso ser melhor. I need to be better.



É como se tivessem lupas em meus olhos,
E todo preconceito, injustiça e insensibilidade me saltassem aos olhos,
Indigno-me com o que vejo,
Doe-me como a vida é dura para algumas pessoas,
Desligo a TV, fecho o jornal, mudo de site.
Olhe-me no espelho, e as lupas permanecem,
Vejo cada preconceito, cada mau conceito escondido em mim,
Vejo ele enraizado em minhas ações, luto contra,
Oro, peço a Deus que me perdoe e me faça melhor,
Contemplo minha insensibilidade,
Revolto-me com minha paralisia.
Sim, existe um mundo melhor...
Na verdade é um reino,
E nele todos são príncipes e princesas,
Há um Rei, um Rei justo que adotou todos como filhos.
Esqueça todos os reis que conheceu na história ou em Game Of Thrones,
Este Rei é diferente, Ele é bom, Ele é justo, Ele é Santo.
Se você gosta de servos, precisa aprender urgente a servir,
Porque neste Reino um serve ao outro,
Não há classe social, não há altivez nos olhos, nem beijinho no ombro,
Pense, este Reino existe e está a caminho de nós.
Você quer morar nele? Você quer se habilitar a viver nele?

sábado, 12 de dezembro de 2015

Você não precisa tentar tanto

Você não precisa mudar nada por ninguém.
Você gosta de si mesma(o)?
Você conhece o seu próprio valor?
Nunca duvide do que és, não subestime-se.
Você tem tudo que precisa pra ser o que quiser para o bem e para o mal.
O que você vai escolher?



Livre-se dos fardos

E para salvar a vida, deu tudo que tinha,
E descobriu-se sem nada, sem sentido,
Descobriu que não era nada além das coisas, de suas posses,
Pondo-se em pé, sem tantas cargas...
Foi reconstruir-se,
Construiu amigos, família, amores,
Construiu felicidade, aquela que não se pode comprar,
A alegria que satisfaz a alma e que habita nas coisas simples.


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Dor


E a gente foge, vira o rosto, desliga a TV
Ignora um vídeo, ignora um grito, e tentamos ignorá-la
Mas tem uma hora que não dá,
A dor do outro nos alcança de uma forma,
Que a sentimos com nossas entranhas,
E um aperto que não cabe no peito, sufoca as palavras.
Ah Senhor, a dor do mundo é tão grande,
A dor dos povos,
A dor da natureza que geme,
A dor do solo que a cada dia recebe mais sangue.
Tem uma hora que não dá pra fugir,
Essa dor nos confronta de forma tão forte,
E quebra nossas pernas e
Cedemos nossos olhos a chorar,
Emprestamos nosso coração pra compartilhar essa dor.
Ah Senhor, essa dor é muito grande,
Não mais podemos suportar,
Carrega por nós mais uma vez e de uma vez!
Traz paz para as meninas e mulheres que são escravas, subjugadas, violentadas dia após dia.
Traz paz as crianças que não podem se defender,
 Que ainda não conhecem o verdadeiro amor.
Traz paz para esses homens que só conhecem a guerra,
Transforma-os de algozes para heróis.
Ah Senhor, faz isso.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Minha Mãe

Eu quero ganhar, 
mas se pra eu ganhar, 
você tiver que perder, 
então perde o sentido.


Para muitos esses discursos soa nobre, bonito, mas tão difícil de praticar, quase utopia.
Mas se você pensar bem... vai encontrar várias pessoas que vivem isso,
e para estas pessoas, viver assim é rotina, é fácil fácil...
que eles nem notam o quanto fazem isso,
o quanto perdem voluntariamente, somente para o outro ganhar.

Minha mãe é assim, sempre foi, pra ela nunca foi difícil,
dirigir e ter atenção a cada passante na rua,
na esperança de dá carona a alguém,
nunca foi difícil reduzir a velocidade,
quase frear perto a uma poça d’agua, pra não molhar ninguém,
se atrasar um pouco na saída, e voltar toda arrumada pra atender o telefone,
ou pra esquentar uma comida pra um passante na rua,
dizer sim mesmo hiper-cansada a um pedido dos filhos ou dos netos
e ainda mostrar disposição, só para o outro não se sentir mal pelo pedido...

E ela me diz... “quando você for mãe vai entender”,
Deus queira que eu entenda, que aprenda e pratique um pouco desse sacrifício pelo outro,
mesmo que outro não se faça a mínima ideia de quem seja...
as vezes ela se esquece, quantas mães e pais são egoístas e negligentes com seus próprios filhos,
ah se eles entendessem, teríamos um mundo muito melhor.
Não, isto não é coisa de mãe e pai. Isto é a essência da vida, e que poucos captam.

Você pensar no outro, querer o bem do outro,
ah minha mãe está longe da perfeição,
quando a irritam, ela perde o prumo,
tem medo de barata, grita,
reclama quando a conta da bondade chega.
Sim! É uma conta cara!
Se cansa mais, se doa mais, se sacrifica mais...
ela reclama, mas sempre paga... e faz questão de fazer de novo e de novo.

Como ela consegue ser assim? Não sei... Pra ela é fácil...
Não tenho certeza, mas desconfio que seja o desprovimento de egoísmo, de não colocar o “eu” sempre em primeiro lugar, e pensar no nós, é o Ubuntu que vi esta semana.
É o querer chegar junto, comemorar junto, compartilhar.
Pra minha mãe o melhor resultado é sempre o empate,
ninguém sai perdendo, ninguém sai triste da partida.
E é isto que o mundo precisa, menos competição, mais cooperação.
Por menos partidas de Tênis, que um se alegra quando o outro erra,
E por mais Frescobol, onde o jogo acontece quando os dois estão acertando.




quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Tenha uma vida leve...


Construa uma vida leve,
Se desfaça dos pesos desnecessários,
Coloque humor na sua agenda, no seu trabalho, na sua família, no espelho,
Coloque humor nos e-mails, nas amizades, nas ironias,
Coloque humor pra você!
Ter bom humor, não é ser irônico, insensato ou ingênuo,
É olhar a vida com olhos de compreensão,
É aceitar as coisas com mais compaixão,
É rejeitar as coisas com educação.
Uma hora, cedo ou tarde, descobrimos que precisamos de poucas coisas pra ser feliz,
E o segredo estar em descobrir o que TE faz feliz.
Não há uma receita de bolo, (se bem que bolo de chocolate faz muita gente feliz)
Não há uma fórmula mágica.

Eu?
Eu sempre uso uma fórmula matemática, 
Positivo – Negativo = Saldo
E a depender do saldo, me desfaço dos pesos desnecessários,
E a depender do saldo, aumento a dose,
E neste equilíbrio louco, me descubro, me encontro, me aceito, 
Me encanto com as coisas que me dão alegria,
Um passarinho cantando, um pôr do sol gratuito, um bolo de chocolate quentinho,
Um sapato novo, um amigo novo, uma ligação de um velho amigo,
Dá um mergulho na praia, apertar meu sobrinho, conversar com minha sobrinha,
Dividir um vinho com meu amor na sexta à noite,
Cantar uma música com toda minha alma,
Se sentir amada por meu Pai do Céu.
Estas coisas me dão muita alegria, mas a decisão de ser feliz sempre será minha.

E você como decide ser feliz?


sábado, 18 de julho de 2015

Deixe seu jardim reflorir!



Quem nunca teve um grande amor???
Quem nunca se apaixonou perdidamente?
Jurando que largaria tudo, deixaria tudo para trás pelo bem amado?
Ah todos têm uma história pra contar...
E sempre começa com “Uma vez”,
Ah quem nunca teve essa vez?
Que parecia parar o tempo... E parou!
Parou, pelo menos da maioria dessas "vezes" que escuto,
Sempre costumam vim acompanhados com um suspiro,
Passado contato como de quem já está curado,
Mas basta olhar para as cicatrizes fechadas,
E ainda sente uma dor, não uma dor exposta, talvez uma dor calada,
Um aperto de um amor que machucou,
Que foi tão grande, e tão intenso,
Que quando se foi deixou um vazio do mesmo tamanho ocupava.
E parecia que tínhamos perdido o chão, as estrelas caído,
E o sol poderia está brilhando quanto tivesse,
Ainda pareceria o dia mais nublado.

Ah quem nunca sofreu de amor....
Quem nunca quase morreu e do abismo quase caiu,
E sentiu vontade de sumir, de fugir de si mesmo,
E viajava de avião, de trem, de carro, navio,
As mais lindas paisagens, festas, gente bonita, sorrisos para todos os lados,
E nada adianta, parece que nada é capaz de amenizar, diminuir a dor,
Um tapinha, uma saída com os amigos... Não! Dói demais!
E me pergunto, porque a maioria que vivem esse grande amor,
Se perdem, o amor de um se acaba, ou algum vendaval bate e estraga tudo?

E o que parecia tão belo, um bem mais precioso que Deus o agraciara,
Joia rara, jardim florido que tinham orgulho de falar, de mostrar aos amigos
Capaz de perfumar toda a casa...
E então de repente o que aos olhos era tão sólido,
Como um sonho ao amanhecer se acaba.
Deixando apenas o vazio do tamanho do espaço que ocupava...
E era grande demais.

E a dor tão intensa vai se mortificando no próprio ser,
Novos planos criam espaços, calendários são reescritos,
Agendas indo pro lixo, novas cores nas paredes, novas roupas chegando,
E tudo o mais vai esfriando, incluindo a vontade de amar alguém,
O olhar fica orgulhoso, um extinto natural de proteção,
Vai criando barreiras naquele jardim já morto.

O corpo pode dançar, o espirito se alegrar, mas o coração,
Ah o coração fica recluso,
O medo de se machucar, a mágoa de ter se sido traído pelos próprios sentimentos, De ter confiado o seu melhor, e perdeu, não somente o jogo,
Mas até as cartas e as mãos pareceram atadas.
Não seria enganado novamente.

Porque acredita de novo? Porque abrir a janela do coração?
E um voto em secreto é traçado,
Promessa muda de quem não seria bonzinho de novo,
De quem não permitiria tantas boas intenções de sua alma,
Serem trocadas por caixas vazias e lágrimas.

E o jardim fica trancado, não rega e nem deixa ser regado
E vai vivendo, vai sorrindo com os restantes dos terrenos
Vai aprendendo a viver com um pouco de amor, uma paixão passageira
Compartilhando a vida com pessoas legais,
Que poderiam até reflorir aquele jardim ainda mais,
Porém lhe nega essa oportunidade.


Quem nunca teve um grande amor? Quem nunca se machucou?

Se seu jardim um dia sofreu com a seca, ou um vendaval veio e destruiu tudo,
Não o feche. Simplesmente abra!
E deixe a chuva regar, os orvalhos umedecerem a terra,
Deixe o jardineiro Jesus arar essa terra...
Novas flores serem semeadas, novas arvores serem geradas,
As vezes é necessário podar para que o renovo do Criador venha!

"Porque a glória da segunda casa, será maior que a primeira!" Ageu 2:9

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Não seja um idiota! Please don´t be stupid!!



E desrespeito só gera mais desrespeito,
O falso estraga o que é verdadeiro,
E parece que nossa sociedade entrou num ciclo vicioso de ataque e defesa!

Esquecemos de enxergar e querer o bem do outro,
Não se engane, existem muitos falsos profetas que profanam o que deveria ser puro,
E alimentam o ódio nas pessoas, ao invés do amor,
Mas os bons, os que lutam contra o egoismo e orgulho todos os dias, eles também existem as centenas de milhares,
Mas são anônimos, não recebem holofotes, não precisam disso,
Mesmo assim fazem seu trabalho e oram por um mundo melhor!

"Além disso, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso e louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos." Filipenses 4:8